– ele tripudia enquanto escreve, tripudia enquanto lê, tripudia enquanto ama e até quando Deus quiser.

|resenhadumsoluço|

pudera eu quebrar meus versos quebrar os braços da minha voz apertar correntes gritar de dor passar frio comigo a sós tremer de febre clamar pavor correr alterno dando nós ficar eu velho limpar meus lastros chamar meus entes pedir contato rasgar-me em apego rasgar meu verso dizer façanhas conquistar feridas limpar minha garganta gritando pedindo clamando tremendo nas minhas voltas insensatas que dou sobre mim mesmo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s